A pedido de minha esposa, me encontrei com outra mulher… Você vai refletir muito com este texto! Vale a pena ler…


Quando eu me encontrei com outra mulher… “Algum tempo atrás eu saí com outra mulher. Na verdade, foi ideia da minha esposa. “Você sabe que a ama”, disse-me ela, um dia, repentinamente. “A vida é curta, você deveria dedicar mais tempo a ela”. “Mas eu amo você, querida”, respondi. “Sei disso, mas você a ama também”, disse ela.

Essa outra mulher que minha esposa queria que eu visitasse era minha mãe.
Liguei para minha mãe naquela noite e convidei-a para ir ao cinema e jantar. “Aconteceu alguma coisa? Há algum problema?”, ela perguntou.

Entendam que minha mãe pertence à geração para quem qualquer ligação depois das sete da noite significa más notícias… No dia seguinte, à noite, fui apanhá-la em casa. Era uma sexta-feira e eu tive uma sensação que há muito tempo não sentia – o tipo de nervosismo que sentimos antes de um primeiro encontro.

Ela estava me esperando na frente de casa, usando seu lindo casaco, com os cabelos bem penteados e com o vestido que usou no seu último aniversário de casamento.

Ela estava radiante, com um lindo sorriso… Minha mãe segurou meu braço e parecia a Primeira Dama!

Passamos momentos ótimos, em agradável conversa, simplesmente falando sobre como estavam indo nossas vidas e nos esquecemos do tempo.

Quando eu a deixei em casa, lamentei de verdade despedir-me dela. Dei-lhe um abraço e um beijo, e disse-lhe o quanto eu a amava.

Ao chegar em casa, mais tarde, minha esposa perguntou como havia sido o encontro. “Foi maravilhoso, obrigada pela sugestão!” Alguns dias mais tarde, minha mãe faleceu de um ataque cardíaco.

Foi muito rápido e não houve nada que pudesse ser feito.

Pouco tempo depois, recebi uma carta do restaurante onde nós jantamos, que  dizia o seguinte:

Seu próximo jantar com sua esposa já está pago e eu apenas quero que você saiba o quanto aquele encontro significou para mim.

Com amor,

Mamãe”



Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*