O GOLPE DO AZEITE FALSO: ANÁLISE REPROVA 8 MARCAS CONHECIDAS DE AZEITE DE OLIVA!

O azeite de oliva extravirgem é um alimento maravilhoso, cheio de benefícios à nossa saúde.

Por exemplo, ele:

– Previne o câncer

– Ajuda no crescimento dos cabelos

– Previne problemas cardíacos

– Melhora a saúde do cérebro

– Hidrata a pele

No entanto, devemos tomar cuidado antes de comprar o azeite extravirgem.

Infelizmente, estamos sendo enganados.

Pesquisas recentes mostraram que oito marcas foram reprovadas no teste de qualidade.

O problema é tão sério que a Proteste, entidade que fez a pesquisa, sugere a retirada dessas marcas no mercado, já que não passam de fraude contra o consumidor.

O teste foi realizado com 20 rótulos.

Veja o resultado:

Quatro marcas fora reprovadas por adulteração do produto, ou seja, há óleo vegetal em sua composição, o que é proibido por lei.

O correto é que o azeite tenha apenas gordura proveniente da azeitona – o que faz dele um “extravirgem” de verdade.

As QUATRO MARCAS:

– Figueira da Foz

– Tradição

– Quinta d’Aldeia

– Pramesa

Quatro foram reprovadas porque eram apenas virgens, ou seja, tinham acidez acima do que a norma exige para um azeite ser vendido como extravirgem:

azeite_falso_-_novo_ed

– Qualitá

– Beirão

– Carrefour Discount

– Filippo Berio

Embora carreguem no rótulo a palabra “extravirgem”, o teste provou que eles eram apenas virgens.

Ou seja, pagamos mais caro pelo produto, mas a qualidade é inferior.

Felizmente, cinco marcas que haviam sido reprovadas em análise feita em 2013 agora passaram no teste:

– Lá Española

– Carbonell

– Serrata

– Gallo

– Borges

O produto de melhor qualidade, segundo a Proteste, foi o azeite Cocinero.

Esta marca foi indicada como o azeite extravirgem de melhor qualidade, apesar da embalagem de plástico.

É bom lembrar que as garrafas de vidro escuras conservam melhor o alimento.

O mais interessante é que Cocinero teve o melhor custo-benefício entre os produtos analisados.

No entanto, a Proteste também indicou que o rótulo desta marca precisa passar por mudanças, pois ele não informa a data de envase.

Além disso, devido à embalagem ser de plástico, certamente a qualidade será afetada em azeites dessa marca engarrafados há mais de seis meses.

Fonte: PROTESTE Associação de Consumidores

 

fonte:http://www.curapelanatureza.com.br/post/09/2016/o-golpe-do-azeite-falso-analise-reprova-8-marcas-conhecidas-de-azeite-de-oliva

Você também vai gostar:

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.

*