O que matou este homem muitas pessoas bebem todos os dias. O perigo se esconde na geladeira

snap-2016-11-12-at-15-50-18

Esse fisiculturista britânico, Dean Wharmby, tinha uma saúde de ferro até metade de 2014. Ou, pelo menos, era isso que parecia. Isso porque seu corpo era escultural e ele malhava pesado, sem sentir qualquer dor; tudo isso acompanhado com uma dieta hipercalórica, cerca de 10 mil calorias por dia; e muitas bebidas energéticas.

 

O problema, no entanto, é que ele não sabia que estava se envenenando, todos os dias, há quase 6 anos. Isso porque, além da alimentação rica em gordura e açúcar, Dean também se entupia de bebidas energéticas todos os dias, a fim de manter a disposição na malhação.

 

Conforme ele mesmo contou aos jornais internacionais, além dos anabolizantes que ele usou durante um tempo, Dean também bebida, diariamente, duas latinhas de bebidas energéticas a cada duas horas de malhação.

 

611

 

Bebidas energéticas x câncer

 

Em 2010, no entanto, a vida cheia de excessos de Dean acabou rendendo a ele um câncer de fígado. Ele não se submeteu ao tratamento tradicional contra o câncer, optando pela biomedicina. A doença regrediu e Dean voltou aos velhos hábitos e aos litros e mais litros de bebidas energéticas.

 

1112

 

Em 2014, no entanto, a doença voltou ainda mais agressiva. Dean começou a emagrecer de maneira muito brusca e não demorou muito a ficar acamado, completamente transformado fisicamente.

 

514

 

Os médicos informaram a Dean que toda sua vida havia contribuído para o câncer, mas um dos fortes causadores podem ter sido as bebidas energéticas. Isso porque, além de todas as substâncias artificiais da composição, as bebidas energéticas ainda sobrecarregavam o organismo de Dean com descargas de açúcar.
89
Tudo isso foi agressivo demais para seu organismo. Dean, depois de muito tempo na luta contra o câncer e sem ceder aos tratamentos tradicionais contra o câncer, o britânico acabou não resistindo o final de 2015. Ele morreu aos 39 anos, nos braços da esposa, deixando para trás uma filha.
13599415
 
Fontes: Extra, G1 News, Diário de Biologia

 

Você também vai gostar:

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.

*