COMO RECONHECER SE O MEL FOR ARTIFICIAL COM ESTE TRUQUE

mel-1

 

1- INTRODUÇÃO

Entre os ingredientes que devem estar sempre presentes na nossa cozinha, um lugar de honra, sem dúvida, deve ser reservado ao mel, um alimento muitas vezes ignorado e que, na verdade, oferece um grande número de possibilidades. É um produto muito versátil seja para as preparações culinárias que podem ser executadas, seja para os vários usos fora da cozinha: os benefícios que proporciona à saúde e ao bem-estar humano são conhecidos faz tempo.

Em conclusão, não é somente um excelente adoçante que pode ser colocado no chá, leite, bolos e muitos outros pratos, mas também é um produto perfeito para resolver muitos problemas de saúde: tudo graças ao seu conteúdo mineral – e particularmente de magnésio, cálcio, ferro e de sódio -, bem como de vitaminas – com referência em particular a vitamina a, a vitamina B e vitamina C -. Desde a antiguidade suas virtudes são bem conhecidas e ao mesmo tempo apreciadas, embora você não possa contar com um mel totalmente natural: especialmente nos últimos tempos, aquele artificial está invadindo supermercados. Como fazer para diferenciá-los?

 

mel-2

2 – O QUE VOCÊ PRECISA PARA SABER SE O MEL FOR ARTIFICIAL

Se é verdade que o mel natural é perfeito como antibiótico, mas também para reduzir o colesterol, para se livrar da tosse, para dizer adeus a bronquite, para aliviar uma dor de garganta ou para fortalecer o sistema imunológico, é claro que os mesmos benefícios não podem ser garantidos pelo mel artificial. É por isso que não se deve cometer o erro de comprar o mel que custa menos: poupando poucos reais, haveria certeza quase matemática de ter na despensa um produto de pessima qualidade.

Tudo menos mel puro: os fabricantes estrangeiros, para poder baixar o preço com o fim de lucros mais elevados, alteram a composição química do mel. O que é necessário, portanto, para distinguir um produto natural de um artificial? Muito simplesmente, um pouco de atenção e tanta sabedoria. Mas também conhecimento: foi demonstrado, de fato, que três quartos dos potes de mel que são encontrados nos supermercados contêm um produto que foi submetido ao que é chamada de ultra-filtração, um processo particular – de filtração obviamente – que tém sim a vantagem de eliminar as impurezas, incluindo os vestígios de cera, mas ao mesmo tempo tém a desvantagem de remover as substâncias preciosas, como o pólen puro.

 

mel-3

 

3 – COMO FAZER PARA SABER SE O MEL FOR ARTIFICIAL

O que pode ser feito para controlar se o mel que você está comprando é bom ou não? Enquanto os fabricantes argumentam que não é possível produzir mel sem o processo de ultra-filtração, que visa a estender a data de vencimento do mel e impedir a cristalização que poderia ocorrer, os pesquisadores pedem extremo cuidado, porque o pólen é o que torna o mel tão precioso para a saúde do corpo. Não é tudo: o mel que é ultra-filtrado deve ser evitado, de acordo com as opiniões dos especialistas, porque torna impossível identificar sua origem geográfica.

Um exemplo clássico é aquele do mel chinês. É por isso que é fundamental ler atentamente os rótulos: se o mel contém xarope de frutose ou glicose comercial, você não deve comprá-lo. Não é tudo: se o mel que você comprou não se cristaliza e, em seguida, ao longo do tempo torna-se granulado ou duro, isso significa que ele é provavelmente artificial. O mel “verdadeiro”, de fato, se colocado na geladeira tende a se cristalizar. Outro truque para verificar a qualidade do mel é misturá-lo com um pouco de água e despejar duas gotas de vinagre: se se forma uma espuma, é melhor jogá-lo fora.

 

Você também vai gostar:

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.

*