Casal contrai bicho geográfico em praia e faz alerta no Facebook: ‘vermes nos nossos pés’

 

 

Você certamente já viu pessoas andando de tênis pelas areias de alguma praia por aí. E muita gente acha estranho tal comportamento por vezes associado a turistas gringos. Mas, o que poucos sabem é que proteger os pés quando se vai ao mar pode evitar várias doenças.

Um casal canadense usou o Facebook, na última semana, para fazer um alerta relacionado ao bicho geográfico. O homem e a mulher foram visitar o Caribe e começaram a sentir coceiras nos pés, mas ignoraram a sensação por alguns dias. No entanto, ao voltarem para o país de origem, precisaram procurar um médico. Os dois não conseguiam mais usar meias e calçar sapatos. Além disso, recorreram ao auxílio de muletas para poder andar sem sentir dores.

No hospital, Eddie Zytner, de 25 anos, e a namorada dele, Katie Stephens, de 22, descobriram ter contraído a doença migrans cutânea, também conhecida como bicho geográfico. Ela é provocada por larvas ancilostomíases que provavelmente entraram na pele deles enquanto andavam descalços pelas praias de Punta Cana. O resultado? Bolhas, inchaço e fortes dores.

A larva do bicho geográfico, que é um parasita, vive em ovos no intestino de cães e gatos. Quando os animais evacuam na areia, o ovo eclode e dá origem ao invasor que infecta a pele humana. O tratamento se baseia no uso de medicamentos – geralmente pomadas -, que combatem os vermes. Uma alternativa para evitar a doença é justamente proteger os pés.

“Para quem viaja em algum lugar tropical, por favor tenha cuidado quando na areia e usar sapatos! O meu namorado e eu recentemente voltamos de Punta Cana e descobrimos que ambos temos larvas migrans. Em outros termos, são vermes nos nossos pés”, escreveu Katie no Facebook.  “Se os teus pés coçarem incrivelmente, por favor, saia do local já. Pensamos que eram apenas picadas de insetos, que se tornaram pior a cada dia”, completou.

Você também vai gostar:

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*