Nunca mate centopeia em sua casa! Veja porque:



Alguns insetos podem parecer assustadores e nojentos, como a centopeia. O nosso primeiro instinto ao ver esse pequeno bicho é pegar em nosso chinelo, e matá-lo! Mas isso pode estar prejudicando toda a higiene do nosso lar… Saiba por quê a seguir.

Lacraias, escolopendras ou centopeias (Scolopendra spp.) são animais peçonhentos (cujo veneno não é muito perigoso para o homem). Pertencem à classe Chilopoda com cerca de 3000 espécies, algumas com quase 50 centímetros de comprimento, presentes em todos os continentes. (Wikipedia, 2018)

Uma centopeia nunca é bem vinda em nossa casa. Você costuma encontrar esse bicho nos locais mais úmidos e frios do lar. Quando vemos esses insetos na nossa cozinha, banheiro ou quarto, temos o reflexo de pegar no sapato mais próximo e esmagá-lo.

A importância das centopeias

Estamos cometendo um erro grande quando as esmagamos, por que a centopéia pode ser uma grande aliada dos humanos.


Apesar de seu enorme comprimento e das trinta patas que tornam seu aspeto intimidante, esse bicho é muito importante no nosso lar. Isso porque ele é um verdadeiro predador de outros insetos!

Sem ele, a cozinha ou outra zona de nossa casa poderia ficar infestada de baratas e formigas. Esse inseto faz com que essas pragas fiquem bem longe, por ser um grande predador. Você prefere ter uma centopeia em casa, ou uma grande quantidade de vários outros insetos?

Se continua tendo nojo desse bicho, e encontrou um deles em sua casa, não o esmague, por favor! Utilize uma jarra para o prender, e depois libere a centopeia em seu jardim ou quintal. Ela é não faz mal para os humanos, por isso você não tem razões para se preocupar.

Esperamos que esta informação tenha sido muito útil. Compartilhe este artigo com seus amigos. Se você deseja que seus contatos também se beneficiem, compartilhe essas informações com os seus contatos, amigos e familiares.

Nota Importante:

As informações e sugestões contidas neste site tem caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. Este blog tem a finalidade de lhe ajudar, mas não substituir o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.

Mostre essa informação para seu amigos e familiares, é importante