Mais de 30 frases que os pais podem usar para acalmar os filhos



Muita gente pensa que crianças não têm problemas.

E, na verdade, elas podem ser um poço de pressão, medo e traumas.

Os motivos são inúmeros, desde a separação dos pais até o pavor de ser comparadas aos coleguinhas.

O fato é que a ansiedade na infância pode se transformar num monstro e causar:

– Ansiedade generalizada

Este é um distúrbio comum.

Neste caso, as crianças se preocupam com coisas como escola, família ou futuro.

Pare de desperdiçar os poderes do orégano – aqui está como usá-lo para curar doenças
15 motivos para você comer 1 abacate todos os dias

Além de um sentimento de pavor, os sintomas físicos podem se manifestar, como dores na cabeça, no estômago, tensão muscular ou cansaço.

– TOC (transtorno obsessivo compulsivo)

Crianças com TOC expressam sua ansiedade através de obsessões e compulsões.

– Fobia

Medos intensos podem aparecer cedo na vida dos pequenos.

Há quem tenha pânico de palhaço, espaços pequenos ou de altura.

Crianças com fobias evitarão as coisas que elas temem e possivelmente crescerão com o medo.

– Fobia social (ansiedade social)

Isso é acionado quando se fala na frente de outras pessoas ou outras situações sociais.

Uma forma menos comum de ansiedade social é chamada de mutismo seletivo, em que crianças ou adolescentes têm muito medo de falar em determinadas situações.

– Ataque de pânico

Esses episódios de ansiedade podem acontecer a qualquer momento sem aviso prévio.

Os sintomas físicos que as crianças podem experimentar são o coração batendo rápido, falta de ar, tontura, dormência ou formigamento.

– Transtorno de estresse pós-traumático

Este transtorno de ansiedade acontece depois de uma experiência traumática.

Os sintomas podem incluir flashbacks, pesadelos, medo e fuga do evento traumático que causou a ansiedade.

Para tratar o problema da ansiedade dos filhos, os pais têm um papel vital.

Ao lidar com a ansiedade infantil, evite que seu filho sinta vergonha de se abrir para você.

Caso contrário, ele se fechará e lidará com a ansiedade de forma ainda mais negativa.

Veja 33 frases que podem ser usadas por você para ajudar seu filho a lutar contra esse mal:

1. “Eu te amo. Você está seguro.”

Quando uma criança está se sentindo ansiosa, ouvir que é amada e protegida por alguém que ama pode ajudar a acalmá-la e aliviar sua ansiedade.

2. “Vamos fingir que estamos explodindo um balão gigante. Vamos respirar fundo e explodi-lo, depois de 5 segundos.”

Tentar dizer a uma criança ansiosa para respirar fundo provavelmente será bem difícil.

Faça disso um jogo para tirar sua mente do que está acontecendo.

Inspire fundo e depois solte.

Faça isso três vezes.

3. “O que vem depois?”

Se seu filho está ansioso com um evento, fale com ele sobre o que acontece depois.

Ansiedade cega a pessoa e faz parecer que não há nada além da causa de sua ansiedade.

4. “Ninguém pode nos separar.”

A separação é um enorme gatilho de ansiedade para crianças pequenas.

Assegure a elas de que você estará junto, mesmo quando eles não puderem vê-lo.

5. “Vamos criar um grito de guerra.”

Gritar pode liberar endorfinas e ajudar a superar o medo inicial e fazer seus filhos se mexerem.

Além disso, gritar com algo bobo é divertido.

6. “Se seus sentimentos fossem um monstro, como seriam?”

Dando à sua ansiedade um rosto e corpo, você pode fazer de um sentimento abstrato, algo mais concreto e tornar mais

fácil para seus filhos falar sobre eles.

7. “Estou tão animado por…”

Compartilhe suas emoções e estimule à criança fazer o mesmo.

Isso alivia a ansiedade.

8. “Vamos deixar sua preocupação de lado por enquanto, e vamos fazer outra coisa, depois pensamos nisso juntos.”

Ficar pensando no que não pode ser alterado só desgasta.

Portanto, crie situações divertidas para que seu filho se distraia com outras coisas.

9. “Vamos ficar confortáveis para pensarmos melhor.”

Coloque a criança em cima de vários travesseiros, crie um ambiente suave, com pouca luz e música clássica, por exemplo.

Depois conversem sobre o que a deixa tão ansiosa.

10. “Vamos conversar”

Deixe o seu filho falar e fazer perguntas sobre seus medos, isso pode ajudá-lo a entender melhor o assunto.


11. “Vamos contar…”

Sempre que a criança estiver ansiosa, peça-lhe que conte o número de pessoas na sala, o número de objetos azuis ou qualquer coisa do tipo.

Essa tática tira a atenção dela no problema e coloca nas contas.

É bem legal.

12. “Feche os olhos e imagine”

A visualização é uma ferramenta poderosa para aliviar a dor e a ansiedade.

Peça que ele pense num lugar seguro, quentinho e feliz.

13. “Eu também já senti isso e …”

Não tenha vergonha de falar das vezes que já teve ansiedade.

Compartilhe com seus filhos como você conseguiu superar tudo.

14. “Você não é o único que se sente assim.”

É importante que seu filho saiba que, mesmo que não pareça, outras crianças, adolescentes e adultos se sentem assim em algum momento de suas vidas.

Se as pessoas superam, então ele também pode.

15. “Qual o pior que pode acontecer?”

Pergunte ao seu filho qual seria, na visão dele, o pior que poderia acontecer naquela situação que ele tanto teme.

Depois pergunte o que poderia acontecer de melhor na mesma circunstância.

Em seguida, compare as respostas.

Isso ajuda a criança a aprender a pensar mais criticamente quando está se sentindo ansiosa.

ed_frases_acalmar_crianca_1.jpg

CURA PELA NATUREZA – LEIA AQUI AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

16. “A preocupação pode ser uma coisa boa”

Explique que se preocupar pode ser natural, é uma defesa do corpo.

Mas isso deve ser feito com moderação, sem prejuízo mental ou físico.

17. “Vamos fazer um debate.”

Isso funciona muito bem com crianças mais velhas que estão se sentindo ansiosas.

Apresente os dois lados da moeda e discutam de forma reflexiva sobre o assunto.

18. “Qual é a primeira coisa com que precisamos lidar?”

A ansiedade pode fazer com que as coisas pareçam indomáveis.

Portanto, é bom preparar uma lista e mostrar ao seu filho que nem tudo está fora de controle.

20. “Lembre-se daquele dia…”

Lembrar seu filho sobre um tempo passado em que superaram a ansiedade juntos pode dar a confiança que ele precisa para vencer um novo obstáculo.

21. “Eu tenho orgulho de você.”

Permitir que seu filho saiba que você já está feliz com seus esforços, independentemente do resultado, pode ajudar a aliviar o estresse de ser perfeito, algo que muitas crianças se preocupam.

22. “Como posso ajudar?”

Deixe o seu filho assumir o controle de como ele lida com a ansiedade, dizendo-lhe o que ele precisa para se sentir melhor.

23. “Esse sentimento vai passar.”

Períodos de ansiedade podem parecer intermináveis para as crianças, até mesmo para os adultos.

Por isso, é sempre bom lembrar que tudo passa.

24. “Eu sei que isso é difícil.”

É bom seu filho saber que você sabe que ele está lutando.

Isso é demonstração de admiração, preocupação e respeito.

25. “Me fale sobre isso.”

Fazer seu filho falar sobre a ansiedade dele pode ajudá-lo a trabalhar por conta própria e encontrar uma solução.

Certifique-se de não interromper as ideias dele.

26. “Você tem muita coragem.”

Ao reafirmar a capacidade do seu filho de lidar com um episódio de ansiedade, você o capacita para ter sucesso no futuro.

27. “Qual estratégia você quer usar desta vez?”

Cada episódio é diferente, portanto são necessárias diferentes estratégias para acalmar.

Pergunte ao seu filho o que ele precisa e ele pode eventualmente ajudar a si mesmo escolhendo o que funciona.

28. “Nós vamos passar por isso juntos.”

Permitir que seu filho saiba que você está presente e tranquilizá-lo com sua presença física pode ser o suficiente.

29. “O que mais você sabe sobre isso?”

Quando seu filho estiver calmo, converse com ele sobre o que está causando ansiedade.

Pesquisem juntos sobre o assunto e aprenda tudo o que puder sobre isso.

Assim, quando ele se sentir ansioso novamente, poderá lembrar o que aprendeu com você.

Isso enfraquece a causa da ansiedade e capacita a criança.

30. “O que você quer de mim?”

Pergunte a ele o que você pode fazer no momento para ajudá-lo, pode ser um abraço, uma história ou uma música.

Apresente-se, mostre-se!

31. “Deixe-me te abraçar’

O contato físico pode fazer com que seu filho se sinta seguro e protegido e alivie o sentimento de ansiedade.
3
2. “Lembre-se de quando conseguiu…”

Lembrar seu filho das conquistas passadas pode dar mais segurança.

33. “Vamos fazer alguma atividade física juntos?”

Exercícios ajudam a aliviar os sintomas de ansiedade, tensão e estresse.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.