4 motivos para a queda de cabelo e como tratar o problema



Todo mundo perde cabelo todos os dias, principalmente as mulheres.

Para quem não sabe, é possível perdermos de 50 a 100 fios diariamente.

O problema é que nem sempre a queda fica restrita a esse padrão.

 

Algumas vezes, a perda de fios é bem maior.

Normalmente isso acontece em casos como:

1. Gravidez

A perda de cabelo após a gravidez é bastante comum.

Sinais de deficiência de cálcio e como ter certeza que seu corpo está recebendo a quantidade que precisa
Consumir óleo de peixe na gravidez pode tornar as crianças mais fortes

É possível que a mulher fique preocupada porque tira vários punhados de fios de cabelo durante o banho.

No entanto, é bom lembrar que durante a gestação, por causa dos altos níveis de estrogênio, quase não há queda de cabelo.

Então a mulher passa quase nove meses acumulando aqueles fios que já deveriam ter caído.

E, quando o bebê nasce, a mulher perde bastante desses cabelos acumulados.

2. Mudanças hormonais

Quando a mulher entra na menopausa, os níveis hormonais mudam drasticamente.


Isso porque o corpo produz menos estrogênio e progesterona, fazendo com que o cabelo caia numa quantidade maior.

Se a sua queda de cabelo se tornar incômoda, invista num estilo de vida mais saudável, com direito a dieta balanceada, exercícios físicos e bastante água.

 

3. Estresse

O estresse aumenta a queda de cabelo.

Acredita-se que isso ocorra porque os neurotransmissores associados ao estresse afetam os folículos pilosos, fazendo com que os cabelos caiam prematuramente.

Se você acredita que está perdendo cabelo por causa do estresse, a melhor estratégia é encontrar maneiras de administrar a situação.

Procure ajuda de um psicólogo e pratique exercícios regularmente.

É importante investir tempo em atividades relaxantes, como ioga e meditação.

4. Doença

Em alguns casos, a perda de cabelo é uma indicação de que algo mais sério está acontecendo.

Por exemplo, a perda excessiva de cabelo pode ser uma indicação de hipertireoidismo ou hipotireoidismo.

Existem também certas deficiências nutricionais, como a de ferro e vitamina B, associadas à perda de cabelo.

Se você está perdendo cabelo e acredita que pode ser resultado de alguma doença, procure seu médico.

Ele provavelmente vai indicar alguns testes para o diagnóstico.

Esses são os motivos mais comuns para a queda de cabelo excessiva.

E acredite: muita gente passa por isso!

Se for necessário, investigue e peça ajuda profissional.

Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.