Por que você nunca deve jogar fora o alho velho que brotou


Comprou alho e ele começou a brotar? Não jogue fora!

Esse hábito de jogar fora os brotos de alho é um verdadeiro desperdício.

É verdade que alguns alimentos germinados podem ser perigosos porque liberam substâncias químicas tóxicas, mas definitivamente não é o caso do alho.

Muito pelo contrário!

Um estudo publicado no Journal of Agricultural and Food Chemistry descobriu que o alho germinado tem ainda mais atividade antioxidante do que o alho comum, ou seja, não germinado.

Ou seja, é o melhor tipo de alho para se consumir!

De acordo com o doutor Mercola, médico e pesquisador americano, estudos mostram que acrescentar alho cru na dieta tem benefícios de saúde impressionantes, incluindo:

O óleo essencial que é considerado o mais poderoso dos óleos
6 desejos por comida que você não deve ignorar – e o que eles estão tentando lhe avisar

– Combater bactérias resistentes a remédios

– Reduzir o risco de doenças cardíacas, incluindo ataque cardíaco e derrame

– Ajudar a normalizar o colesterol e pressão arterial

– Proteger nosso corpo contra o câncer

– Reduzir o risco de osteoartrite

Quando o alho germina, acaba desenvolvendo compostos, incluindo aqueles que protegem a planta contra patógenos.

O pesquisador coreano Jong-Sang Kim explica que as plantas são muito suscetíveis ao ataque de bactérias, vírus e insetos durante a brotação.

Isso faz com que elas produzam uma variedade de substâncias químicas chamadas “fitoalexinas”, a fim de se defenderem.

A maioria dessas substâncias é tóxica para micro-organismos e insetos, mas é benéfica para a saúde humana.

O grupo de pesquisadores chefiado por Kim postulou que um processo semelhante pode ocorrer quando brotos verdes crescem de dentes de alho velhos.

Outros estudos já haviam revelado que grãos germinados têm uma fonte de antioxidantes mais rica do que variedades não germinadas.


Foi então que a equipe decidiu ver se o alho brotado também aumenta os níveis de antioxidantes.

O que os pesquisadores descobriram é incrível!

Extratos de alho germinado por cinco dias tiveram a maior atividade antioxidante, enquanto extratos de alho comum cru tiveram atividade antioxidante mais baixa.

Além disso, a brotação alterou o perfil metabólico do alho.

Os pesquisadores concluíram que o brotamento pode ser um método viável para aumentar o potencial antioxidante do alho.

No entanto, eles ainda não estão certos dos mecanismos exatos por trás do aumento dos níveis antioxidantes encontrado no alho germinado.

Isso não significa que você deve abandonar o alho comum e passar a usar apenas o germinado.

Queremos apenas que você leve em consideração o consumo também de alho brotado, ou seja, que não desperdice o maravilhoso potencial desse alimento.

 

O alho é um anti-inflamatório eficaz e aumenta nossa imunidade consideravelmente.

Além disso, ajuda a proteger contra vários tipos de câncer.

Há um composto rico em enxofre no alho chamado “alicina”, que é eficaz contra bactérias, vírus, fungos e parasitas, sem efeitos colaterais tóxicos.

Os compostos de enxofre no alho parecem consistentemente úteis na redução do risco de carcinoma de células escamosas (CEC, um tipo de câncer) em todo o trato digestivo superior, incluindo a nossa boca, faringe, laringe e esôfago.

Os cientistas têm sido capazes de identificar não somente causas contribuintes para o desenvolvimento desse câncer – como o fumo –, mas também os compostos do alho (como sulfeto de alilo) que inibem esse processo de desenvolvimento de câncer no trato digestivo superior.

Além da redução do risco desse tipo de câncer, a diminuição do risco de câncer de estômago (também chamado de câncer gástrico) é o outro destaque em estudos recentes sobre prevenção de câncer e alho.

O alho também tem mostrado eficiência contra:

– Doenças cardiovasculares, como ataque cardíaco (infarto do miocárdio), doença arterial coronariana, hipertensão arterial e aterosclerose.

– Inflamação causada por problemas nos vasos sanguíneos.

Fontes: Journal of Agricultural and Food Chemistry e Dr. Mercola

Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.